Crise internacional afecta exportação de pescado de Moçambique

3 July 2011

Beira, Moçambique, 4 Jul – A crise financeira internacional está a afectar directamente a produção e exportação do pescado moçambicano para os habituais mercados da União Europeia, África do Sul e outros, sobretudo com o aumento constante dos preços dos combustíveis, afirmou o vice-ministro das Pescas.

Além do preço dos combustíveis, Gabriel Mathisse disse que outro constrangimento que assola a produção pesqueira nacional está relacionado com as capturas que dependem, em larga medida, do mercado de exportação.

Falando na cidade da Beira no início de uma visita de trabalho à província de Sofala, o ministro anunciou que neste momento a exportação do pescado, principalmente do camarão, atinge uma média de sete mil toneladas, o equivalente a um rendimento de aproximadamente 100 milhões de dólares por ano.

A produção anual do pescado no país ronda actualmente 160 mil toneladas, sendo 86% da colheita artesanal com as províncias de Sofala, Zambézia e Nampula a situarem-se em primeiro plano. Mesmo assim, na globalidade, há necessidade de aumento da produção e produtividade na pesca de pequena escala.

Mais de 70% da indústria pesqueira moçambicana está concentrada na cidade da Beira e a província de Sofala produz anualmente 21 mil toneladas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH