Australiana Cokal associou-se a empresa estatal de Moçambique para pesquisar carvão

13 July 2011

Brisbane, Austrália, 14 Jul – A empresa australiana Cokal e a estatal Empresa Moçambicana de Exploração Mineira (EMEM) constituíram uma parceria para explorar e desenvolver projectos de exploração mineira, particularmente de carvão, afirmou o presidente da empresa, Peter Lynch.

A Cokal é uma empresa com sede em Brisbane cujas acções estão cotadas na Bolsa de Valores da Austrália e que actualmente explora minas em Kalimantan, na Tanzânia, e nas bacias australianas de Clarence-Moreton, Surat e Bowen.

Dizendo que Moçambique será a prazo o principal fornecedor de carvão do continente africano e um dos maiores do mundo, Lynch adiantou que a constituição da parceria surge na sequência da descoberta de grandes reservas de carvão por parte das empresas brasileira Vale e australiana Riversdale Mining.

O director executivo da Cokal, Pat Hanna, disse, por seu turno, que a experiência por si obtida em Moçambique faz com que “esteja confiante na identificação e exploração de carvão metalúrgico na emergente bacia carbonífera”.

A Cokal surgiu em 2011 após a Jack Doolan Capital (JDC) ter sido adquirida em 2010 pela cotada Altera Resources (AEA) e a administração da JDC ter assumindo o controlo da AEA e decidido alterar o nome da empresa para a designação actual. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH