Economia de Portugal vai este ano registar uma contracção de 2,0%

13 July 2011

Lisboa, Portugal, 14 Jul – A economia de Portugal vai este ano registar uma contracção de 2,0% , de acordo com a mais recente previsão do Banco de Portugal, que agrava a anteriormente anunciada que antecipava uma quebra de 1,4%.

Para 2012, a previsão do banco central para a economia portuguesa é de uma quebra de 1,8%, em consonância com a anterior previsão.

O consumo privado deverá cair este ano 3,8%, o dobro da anterior previsão, e em 2012 deverá contrair-se 3,0%, indicativo de que as famílias e as empresas estão já a antecipar quer o aumento dos impostos quer a contracção do rendimento disponível.

O desemprego vai continuar a aumentar até ao final de 2012, período em que deixarão de existir 100 mil postos de trabalho.

A formação bruta de capital fixo ou investimento sofrerá uma contracção violenta este ano de 5,6% que será ainda mais violenta em 2012, ano em que o banco central prevê venha a contrair-se mais de 10%.

De positivo, o relatório do Banco de Portugal diz que as exportações deverão aumentar acima do esperado com previsões de 7,7% em 2011 e 6,6% em 2012, contra uma anterior previsão de 6% este ano e de 6,5% em 2012.

O Banco de Portugal precisou que todas estas previsões incluem já o impacto do imposto extraordinário de 50% sobre o valor superior ao salário mínimo nacional no chamado subsídio de Natal. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH