Portugal exporta cerca de 150 milhões de euros por ano para Moçambique

25 July 2011

Maputo, Moçambique, 26 Jul – O ministro do Estado e dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Paulo Portas, revelou em Maputo que as exportações de Portugal para Moçambique rondam os 150 milhões de euros por ano e lembrou que Moçambique é um destino essencial das empresas portuguesas.

Portugal continua a figurar como o principal investidor em Moçambique, de acordo com dados do Governo moçambicano. Actualmente estão registados em Moçambique 20 mil portugueses.

Durante a visita de Paulo Portas a Maputo o ministro disse que o negócio de alienação dos 15 por cento da participação do Estado português na Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB) “está no bom caminho”.

O ministro disse que uma “empresa relevante” já manifestou interesse em adquirir 7,5 por cento das referidas acções mas escusou-se a revelar o nome dos interessados.

A venda da participação portuguesa na HCB encontra-se bloqueada há alguns meses devido a divergências na avaliação do activo pelos dois países, com Portugal a defender a venda das acções, no mínimo, pelo mesmo valor com que as adquiriu, e Moçambique a preferir comprá-las ao preço mais baixo possível.

Na fundamentação, os portugueses explicam que, aos preços de 2006, ano da reversão da HCB para Moçambique, os 15 por cento de acções estavam avaliadas em cerca de 6 mil milhões de meticais.

O acordo de reversão da HCB estabelece que os 15 por cento da participação do Estado português deverão ser canalizados em partes iguais para a firma portuguesa REN e para a Companhia Eléctrica do Zambeze (CEZ).(macauhub)

MACAUHUB FRENCH