Accionistas da Hidroeléctrica de Mpanda Nkuwa vão angariar financiamento para construir a nova barragem de Moçambique

8 August 2011

Maputo, Moçambique, 9 Ago – Os accionistas da Hidroeléctrica de Mpanda Nkuwa vão efectuar no final do ano ou princípio de 2012 uma campanha para angariar 2,4 mil milhões de dólares para a construção da futura barragem, disse o presidente da empresa, Egídio Leite.

Citado pelo jornal moçambicano O País, Egídio Leite disse ainda que os accionistas – Electricidade de Moçambique (20%), grupo brasileiro Camargo Corrêa (40%) e grupo moçambicano Insitec (40%) – vão promover um “roadshow” atendendo a que o projecto “ainda não tem garantia financeira”.

Os donos do empreendimento prevêem que a construção da barragem no rio Zambeze, a jusante do aproveitamento hidroeléctrico de Cahora Bassa, tenha início em finais deste ano ou princípios de 2012, devendo a obra durar no máximo cinco anos.

O início da edificação da barragem estava previsto para princípios de 2010 e a conclusão da obra para 2013 mas questões ligadas ao financiamento e ao comprador da energia a ser produzida adiaram a data da execução da construção.

A barragem de Mpanda N’kuwa está no topo das prioridades do governo moçambicano, que pretende vender o excedente da energia aí produzida a outros países da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), ao abrigo dos mecanismos da SAPP, entidade responsável pela planificação e coordenação das actividades de cooperação e comércio de energia na região. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH