Angolana Gesterra investe 800 milhões de dólares em projectos agro-industriais

9 August 2011

Malanje, Angola, 10 Ago – Dezoito projectos agrícolas, avaliados em 800 milhões de dólares, estão a ser desenvolvidos pela Empresa de Terras Aráveis (Gesterra) nas províncias de Malanje, Cuando Cubango, Benguela, Bié, Zaire, Cunene, Uíge e Moxico, informou o presidente da empresa.

Citado pela agência noticiosa angolana Angop, Carlos Alberto Jaime disse que os projectos visam a criação de explorações agrícolas e de pólos agro-industriais onde será cultivado arroz, milho, soja, feijão e criado gado bovino, suíno e aves de capoeira.

Carlos Alberto Jaime disse ainda que com a inauguração destes empreendimentos, Angola deverá atingir a auto-suficiência alimentar dentro de 8 a 9 anos.

A Gesterra é uma sociedade anónima constituída por capitais públicos, criada pelo Conselho de Ministros, tutelada pelo Ministério da Agricultura, Pescas e Desenvolvimento Rural, com o objectivo de garantir o acesso a bens alimentares a preços competitivos e promover o desenvolvimento rural e agro-pecuário de Angola.

A empresa pretende atingir até 2013 uma produção de cerca de 385 mil toneladas de cereais, criar quatro mil empregos directos, estimular o crescimento da produção pecuária em Angola, expandir a agro-indústria no meio rural e contribuir para a auto-suficiência alimentar no país. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH