Presidente Armando Guebuza convidou empresários chineses a investirem em Moçambique

14 August 2011

Maputo, Moçambique, 15 Ago – O presidente de Moçambique aproveitou a sua visita oficial à China para convidar empresários chineses a investirem em Moçambique em sectores tão diversos como a agricultura e agro-indústria ou o turismo, de acordo com o diário estatal Notícias, de Maputo.

O repto foi lançado na abertura do seminário sobre cooperação económica e comercial entre os dois países, decorrido na província de Henan, no decurso do qual governantes e agentes económicos nacionais expuseram as oportunidades de negócios que Moçambique oferece e onde também foram identificadas áreas de investimento e explorados espaços para futuras parcerias.

Na ocasião, Armando Guebuza informou que o governo introduziu reformas legais e institucionais que, por sua vez, resultaram na aprovação de uma nova e mais flexível Lei do Trabalho, um novo Código Comercial e um Código de Benefícios Fiscais para investimentos, bem como o regulamento para o licenciamento de empresas.

No seminário sobre cooperação económica e comercial entre os dois países, foram assinados dois acordos, o primeiro dos quais entre o Fundo de Fomento de Habitação e a empresa Henan Guoji, que prevê o financiamento e construção de 10 mil casas, cinco mil das quais no bairro Intaca, no município da Matola e as restantes noutras regiões do país a indicar ainda este ano.

Também foi assinado um acordo entre o Centro de Promoção de Investimentos e o Instituto de Investimento e Comércio da província de Henan, prevendo a troca de informações de missões empresariais e promoção do comércio e investimentos comuns. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH