Esso Angola pretende aumentar produção de petróleo no Bloco 15

16 August 2011

Luanda, Angola, 17 Ago – A Esso Angola pretende adicionar mais 100 mil barris por dia (bpd) de petróleo à sua produção no Bloco 15, de mais de 500 mil bpd, com a entrada em funcionamento de 18 novos campos de desenvolvimento no segundo trimestre de 2012, noticiou o Jornal de Angola.

O jornal, que cita um relatório da empresa, adianta que aquele objectivo começou a ser desenvolvido com a construção do programa “Projecto Satélites do Kizomba”.

Esse programa determina, inicialmente, o desenvolvimento dos campos petrolíferos “Clochas” e “Mavacola”, através de um sistema de ligação submarina e de modificações nos módulos dos conveses dos navios flutuantes de produção, armazenamento e descarga (FPSO) “Kizomba A” e “Kizomba B”.

De acordo com a companhia, o projecto “extremamente complexo”, fará com que, quando concluído, em 2012, os FPSO “Kizomba A” e “Kizomba B” terão uma quantidade adicional de duas mil toneladas de equipamento e cerca de 18 novos poços.

O Bloco 15 é uma concessão da Sonangol EP, na qual a Esso Exploration Angola Limited detém 40% de participação e na qual operam a BP Exploration Angola Limited (26,67%), a ENI Angola Exploration BV (20%) e a Statoil Angola AS (13,33%).

Esses associados desactivaram, no último semestre, a produção que era desenvolvida na primeira instalação de petróleo operada pela Esso Angola no Bloco 15.

Trata-se do campo petrolífero “Xicomba”, situado a 145 quilómetros da costa angolana, a 1355 metros de profundidade de água, tendo sido o primeiro, em águas profundas, a ser desactivado em Angola, após ter produzido perto de 100 milhões de barris de petróleo bruto de alta qualidade. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH