Grupo Insitec de Moçambique vai ficar com 1% do capital da Cimentos de Nacala

17 August 2011

Lisboa, Portugal, 18 Ago – O grupo moçambicano Insitec vai passar a deter 1% do capital da Cimentos de Moçambique, uma participada da Cimpor – Cimentos de Portugal, afirmou quarta-feira em Lisboa Francisco de Lacerda, presidente executivo do grupo português.

A entrada do grupo Insitec na estrutura accionista da sucursal da Cimpor em Moçambique enquadra-se numa operação mais ampla que passou pelo acordo já estabelecido entre as partes segundo o qual a Cimpor adquiriria os restantes 49% da Cimentos de Nacala (Cinac) que estavam na posse do grupo Insitec passando a deter a totalidade da moagem de cimento.

Além da cedência de 1% na Cimentos de Moçambique, a Cimpor pagou também uma quantia em numerário por este reforço na estrutura accionista da Cinac.

“Nos primeiros dias deste semestre chegámos a acordo para comprar os outros 49% da Cinac, algo que já estava previsto desde o início”, adiantou Francisco de Lacerda.

A troca de acções entre a Cimentos de Moçambique e a Insitec e a parcela de pagamento em dinheiro ao grupo moçambicano deverão estar concretizados até ao final do presente ano.

A 25 de Março, a Cimpor anunciou ao mercado que havia adquirido 51% da Cinac, por um valor de 6,4 milhões de dólares.

A Cimentos de Nacala é uma unidade de moagem de cimento localizada em Nacala, norte de Moçambique, com uma capacidade instalada de 350 mil toneladas/ano, além de ser proprietária de diversos terrenos e pedreiras de calcário. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH