Vale Moçambique inicia este mês exportação de carvão de Moatize

18 August 2011

Maputo, Moçambique, 19 Ago – A empresa mineira Vale Moçambique inicia este mês a exportação de carvão mineral extraído em Moatize, província de Tete, para o mercado da Europa, informou a coordenadora do Gabinete de Comunicação e Desenvolvimento da Vale.

Vanessa Bernardo disse ao jornal Notícias, de Maputo, que deverá atracar dentro de dias no porto da Beira um navio que vai transportar o carvão que desde a semana passada está a ser transportado desde a mina até ao terminal de carvão daquele porto pela linha de caminho-de-ferro do Sena.

A mina de carvão de Moatize, na bacia carbonífera com o mesmo nome, que nesta primeira fase conta com um investimento no valor de 1658 milhões de dólares, vai produzir 11 milhões de toneladas por ano de carvão metalúrgico e térmico, indo este último ser ainda utilizado para abastecer a central que vai produzir energia eléctrica para o consumo interno da empresa e para ligação à rede eléctrica moçambicana.

A brasileira Vale, que se instalou em Novembro de 2004 em Moatize, é detentora de uma das maiores reservas carboníferas do mundo, pelo que espera resultados bastante positivos nos próximos tempos, segundo referiu a empresa a propósito do início da exportação daquele jazigo.

Actualmente o maior investimento da Vale no negócio de carvão, o projecto de Moatize faz parte da estratégia da grupo para vir a ter um papel de relevo no negócio mundial do carvão, dispondo, além do empreendimento em Moçambique, activos em operações de carvão e uma carteira de projectos de exploração na Austrália e na Colômbia, assim como participações minoritárias em duas parcerias na China. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH