Empresários sul-africanos procuram negócios em Nacala no norte de Moçambique

23 August 2011

Maputo, Moçambique, 24 Ago – Um grupo de empresários sul-africanos ligados à Nova Parceria para o Desenvolvimento de África (NEPAD) e à Business Foundation (NBF) visitam até sexta-feira a Zona Económica Especial de Nacala, em Nampula, numa missão de prospecção de oportunidades de investimento na área de infra-estruturas, escreve hoje o jornal Notícias.

Com o mesmo objectivo o grupo de 13 empresários visitou o Parque Industrial de Beluluane, na província de Maputo, uma reserva de cerca de 700 hectares de terra, alguns dos quais já providos de infra-estruturas básicas para acolher projectos de indústria ligeiraO Director Geral do Gabinete das Zonas Económicas de Desenvolvimento Acelerado (GAZEDA), Danilo Nalá, explicou que alguns dos empresários já trazem informação sobre Moçambique, mas parte do grupo terá nesta visita, o seu primeiro contacto com a realidade moçambicana.

No quadro da visita à Zona Económica Especial de Nacala, os empresários sul-africanos deverão participar, num encontro de negócios e bolsa de contactos envolvendo representantes de companhias que investem naquela área, além de visitar o Porto de Nacala e a construtora brasileira Odebrecht, responsável pelas obras de construção do Aeroporto Internacional de Nacala.

Até finais do primeiro semestre deste ano tinham sido aprovados trinta e sete projectos de investimentos para a Zona Económica Especial de Nacala, aos quais corresponde um volume de investimento na ordem dos 383 milhões de dólares norte-americanos que levará à criação de sete mil e quinhentos postos de trabalho.

A Zona Económica Especial de Nacala foi a primeira a ser criada em Moçambique, em Dezembro de 2007, ocupando uma área total de 1.307 quilómetros distribuídos pelos distritos de Nacala-Porto e Nacala-a-Velha. As empresas localizadas em Zonas Económicas Especiais gozam de isenção dos direitos aduaneiros na importação de matérias-primas, equipamentos e demais bens comprovados como destinados à prossecução de actividades de investimento naquelas zonas.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH