Fitch manteve o “rating” da dívida de Moçambique e conferiu um “outlook” estável

25 August 2011

Maputo, Moçambique, 26 Ago – A agência de notação financeira Fitch reafirmou a classificação de “B” para a dívida de longo prazo em moeda estrangeira de Moçambique e conferiu um “outlook” estável para a economia moçambicana.

“Historicamente, Moçambique tem registado um crescimento impressionante e uma gestão macroeconómica prudente face a um baixo rendimento ‘per capita’ de apenas 436 dólares em 2010, que compara com os 2.411 dólares da média dos países com ‘rating’ B, e a um sector privado e um clima de investimento fraco”, refere a Fitch em comunicado.

Os especialistas da agência de notação financeira referem ainda que a dinâmica do crescimento económico permanece forte, estimando um crescimento do PIB entre 7% e 8% para o período 2011-2013, que será sustentado pelo investimento no sector dos recursos minerais, infra-estruturas e agricultura.

A Fitch dá como exemplo o “outlook” para o sector do carvão, que é particularmente brilhante.

“Recorde-se que Moçambique tem cerca de 2,5 mil milhões de toneladas de depósitos de carvão por explorar que, provavelmente, começarão a ser exportados em 2011. A Fitch refere que esta situação poderá mesmo “potenciar o país para se tornar no maior produtor de carvão de África.”

Em termos de política monetária e orçamental, os especialistas da Fitch consideram que o país apresenta uma situação robusta. “A política firme do Banco de Moçambique em 2010 contribuiu para que a inflação caísse para 7,7% em Julho, o valor mais baixo dos últimos 15 meses,” refere a equipa de três analistas que fizeram o relatório.

Ao nível da situação orçamental, os analistas da Fitch estimam que a dívida suba para os 42,3% do PIB até 2013, face aos 39,3% registados em 2010, em resultado do crescimento do investimento em obras públicas e financiamento das redes de segurança social para os seus cidadãos.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH