Receitas da Kenmare Resources, em Moçambique, abaixo do previsto no 1º semestre

29 August 2011

Dublin, Irlanda, 30 Ago – As más condições climatéricas e uma greve de três dias motivaram perdas potenciais de 14,7 milhões de dólares no volume de negócios do primeiro semestre da empresa mineira irlandesa Kenmare Resources em Moçambique, informou a empresa em comunicado.

As receitas decorrentes da actividade de exploração de depósitos de areias pesadas de Moma, província de Nampula, no primeiro semestre ascenderam a 56 milhões de dólares, contra 40,6 milhões de dólares no mesmo período de 2010, em resultado da venda de 349 mil toneladas de ilmenite, zircão e rutilo.

As más condições climatéricas restringiram os carregamentos dos produtos finais por transbordo no alto-mar mas, atendendo a que esses produtos foram carregados assim que as condições o permitiram a sua venda vai entrar na contabilidade da empresa apenas no terceiro trimestre.

Foram igualmente factores adversos as condições de mineração encontradas durante o segundo trimestre que se revelaram mais difíceis do que o inicialmente planeado bem com custos de capital e mudanças adversas nas taxas de câmbio.

A seu favor a Kenmare Resources tem o aumento rápido dos preços dos minérios extraídos em Moma, tendo o de ilmenite aumentado 30% em comparação com o segundo semestre de 2010 e o de zircão subido 38%, aumentos que apenas a prazo serão reflectidos nas contas da empresa que se encontra presa a contratos de venda válidos até ao final do ano.

A empresa irlandesa informou igualmente que o projecto de expansão de Moma está em curso indo, quando concluído, permitir a produção de 1,2 milhões de toneladas de ilmenite, 75 mil toneladas de zircão e 21 mil toneladas de rutilo. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH