Irlandesa Kenmare Resources identificou novos jazigos minerais em Moçambique

31 August 2011

Nampula, Moçambique, 1 Set – A empresa irlandesa Kenmare Resources identificou novos jazigos de areias pesadas em Moçambique que aparentam conter reservas para exploração por um período de 120 anos, afirmou em Nampula Gareth Clifton, director não-executivo e representante em Moçambique da empresa.

De acordo com o diário Notícias, de Maputo, os novos jazigos estão localizados na zona de Nataca, em Topuito, distrito de Moma, província de Nampula, tendo Clifton anunciado que os estudos em curso para apurar a viabilidade do projecto apontam para o arranque da exploração em 2018.

Falando à margem de um encontro em Nampula em que foram divulgados os resultados da empresa ao longo do primeiro semestre, Gareth Clifton precisou que o jazigo de Namalope, actualmente em exploração, deverá em princípio ser encerrado em 2025, período em que se acredita se tenham esgotado as suas reservas do ponto de vista comercial.

Sem querer avançar muitos pormenores, pois estudos técnicos estão neste momento em curso, referiu que a implantação de actividades de extracção em Nataca vai exigir da Kenmare Resources a construção de uma nova fábrica de separação de concentrado de areias pesadas, nomeadamente ilmenite, rutilo e zircão, uma vez que a se encontra em funcionamento está no limite das suas capacidades.

A execução da primeira fase do projecto de areias pesadas em Moma absorveu cerca de 560 milhões de dólares e, de acordo com Gareth Clifton, ainda é prematuro avançar o montante que será gasto para apoiar os trabalhos da terceira fase em Nataca, onde esforços serão feitos para que não haja transferência de população por ser um processo oneroso como prejudicial numa perspectiva ambiental. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH