Grupo de empresários de Macau pretende construir um casino em Marracuene, Moçambique

4 September 2011

Ricatla, Moçambique, 5 Set – Um grupo de empresários de Macau pretende construir um casino no recinto da Feira Internacional de Maputo (Facim), em Ricatla, distrito de Marracuene, sul de Moçambique, anunciou domingo o presidente do Instituto para a Promoção de Exportações (Ipex).

Ao efectuar um balanço da 47ª edição da Feira Internacional de Maputo, João Macarringue disse que o grupo é constituído por empresários de Macau que estão estabelecidos na África do Sul e que pretendem construir um casino nas instalações da feira.

Citado pela agência noticiosa moçambicana AIM, o presidente do Ipex adiantou ser este apenas um exemplo dos diversos contactos estabelecidos durante a feira e que vai ao encontro do anseio do instituto em rentabilizar as novas instalações da Facim construídas há apenas quatro meses em Ricatla.

“Há também interesses na área de construção de hotéis. O Centro de Promoção de Investimentos (CPI), em coordenação com o governo, tem referenciado o distrito de Marracuene para todas as iniciativas que aparecem agora para o aumento da capacidade de alojamento no país”, disse.

Assim, para responder a esses investimentos, o Ipex está a trabalhar com as autoridades da província de Maputo e, particularmente, do distrito de Marracuene, no sentido de fazer o ordenamento territorial do recinto da Facim de modo a saber em que lugar se devem colocar novas infra-estruturas.

Macarringue disse também que o projecto inicial de construção de um pavilhão multiusos no recinto da Facim não sofreu alterações, mas acrescentou não estarem ainda disponíveis os 45 milhões de dólares necessários. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH