Governo de Moçambique criou Reserva Aquícola Marinha para o aumento da produção de pescado

14 September 2011

Maputo, Moçambique, 15 Set – O governo de Moçambique aprovou a criação da Reserva Aquícola Marinha, para desenvolver a aquacultura marinha e aumentar a produção de pescado no país, afirmou terça-feira em Maputo o porta-voz do Conselho de Ministros.

O porta-voz e vice-ministro da Justiça, Alberto Nkutumula, disse que Moçambique tem potencial para produzir anualmente 1,2 milhões de toneladas de camarão e mais de 790 mil toneladas de peixe diverso, num espaço territorial que compreende cerca de 120 mil hectares em 39 distritos costeiros do país.

As áreas potencialmente propícias para o desenvolvimento de aquacultura marinha estendem-se pelos distritos costeiros de Cabo Delgado, Nampula, Zambézia, Sofala, Inhambane, Gaza e Maputo.

De acordo com o porta-voz, existem em carteira e em desenvolvimento numerosos projectos de aquacultura, o que impunha identificar onde e como devem ser desenvolvidos, estando agora estabelecidas as bases para o início da maior parte dos projectos e a atracção de mais investidores.

O recurso a aquacultura, segundo o governante, para além de estimular o rendimento das famílias e permitir a abertura de mais postos de trabalho, vai, sobretudo, reduzir a pressão sobre a pesca no mar. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH