Primeiro carvão exportado pela Vale Moçambique seguiu para os Emirados Árabes Unidos

14 September 2011

Beira, Moçambique, 15 Set – O navio transportando as primeiras 35 mil toneladas de carvão extraído pela Vale Moçambique no distrito de Moatize, em Tete, partiu do porto da Beira com destino ao Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, de acordo com o diário Notícias, de Maputo.

O chefe do departamento de Marketing e Vendas da Cornelder Moçambique, Félix Machado, disse que o segundo navio para o transporte de carvão de Moatize poderá acostar na capital provincial de Sofala dentro de um mês.

O embarque do navio, segundo o director das operações do grupo brasileiro, Paulo Horta, marca o fim da primeira fase de exploração da mina de carvão de Moatize, passando agora a Vale Moçambique a ser um grande operador e exportador de carvão de Moçambique.

Com capacidade nominal de produção de 11 milhões de toneladas de carvão metalúrgico por ano, o investimento brasileiro em Moatize já consumiu 1,6 mil milhões de dólares, sendo que as actividades de exploração do minério iniciaram-se precisamente em Maio passado.

Preferencialmente, o carvão mineral de Moatize vai ser colocado na Ásia, Europa e África, destacando-se destinos como o Brasil, Índia, Japão e África do Sul. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH