Empresa angolana Coreangol investiu 3 milhões de dólares em unidade de processamento de granito

19 September 2011

Mbanza Congo, Angola, 20 Set – A empresa angolana Coreangol, com capitais de Angola e da Coreia do Sul, investiu 3 milhões de dólares na construção de uma unidade industrial para a transformação de granitos no município de Nzeto, província do Zaire, afirmou o director para a área de produção, Pei Wen Hua.

Este responsável disse à agência noticiosa angolana Angop que a fábrica entrou em funcionamento em Janeiro do presente ano e tem uma capacidade de transformar seis mil metros cúbicos de granitos em mosaico polido e lancis picotados, de cores verde, preta e rosa, a partir de rochas ornamentais extraídas no local.

O empreendimento, que ocupa uma área de 300 hectares, resulta de uma parceria público-privada e emprega 87 trabalhadores angolanos e 32 chineses.

Ainda de acordo com Pei Wen Hua, está prevista, dentro de quatro meses, a duplicação da produção com a montagem de uma segunda linha com a mesma capacidade da primeira.

Por seu turno, o director comercial, Lee Myung, disse que a comercialização deste material de construção ainda é feita a domicílio, por encomendas, salientando que a capital do país, Luanda, tem sido até agora o mercado preferencial.

No entanto adiantou que estão a ser efectuados contactos com empresas europeias e asiáticas (Espanha, China e Coreia) interessadas na aquisição dos produtos acabados e de rochas ornamentais produzidos nesta unidade fabril. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH