Economia de Angola crescerá a duas vezes e meia a média mundial em 2012

26 September 2011

Luanda, Angola, 27 Set – A economia de Angola crescerá 10,8% em 2012, muito acima da economia mundial (4%) e mesmo da média de crescimento estimada para o conjunto das economias emergentes e em desenvolvimento (6,1%), de acordo com as mais recentes previsões do Fundo Monetário Internacional.

Citado pelo jornal angolano O País, o relatório “World Economic Outlook” do FMI, divulgado esta semana, indica que a África a sul do Saara crescerá 5,8% em 2012, sendo Angola um dos países que mais crescerá na região no próximo ano, muito acima da África do Sul (3,6%) e da Nigéria (6,6%).

O forte crescimento da economia angolana num contexto que se prevê seja marcado pela incerteza, pela desaceleração global e, em consequência, pelo recuo significativo no preço das matérias-primas, designadamente do petróleo, ficará a dever-se essencialmente, refere o documento do Fundo, a “uma forte recuperação na produção petrolífera, após uma interrupção em 2011”.

Para este ano, o FMI antecipa um crescimento de 3,7% da economia de Angola, revendo assim em baixa a sua previsão anterior e alinhando-a pela prudência da estimativa oficial (3,6%), fixada pelo governo angolano em Junho, na “Fundamentação do Pedido de Autorização de Créditos Adicionais ao Orçamento Geral de Estado (OGE) de 2011”.

No seu relatório, o FMI aponta para uma rota claramente descendente dos preços internos com a taxa de inflação a situar-se este ano em 15% e a cair para 13,9% em 2012.

No que respeita às contas externas de Angola, o relatório estima que o saldo da Balança Corrente terá uma evolução claramente positiva este ano (12% do produto interno contra os 8,9% do PIB verificados em 2010), projectando-se que, em 2012, corresponderá a 7,3% do PIB.

Refira-se ainda que Angola é classificada no relatório, no que respeita à sua posição face ao exterior, como um credor líquido. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH