Governo de Angola vai criar instituto profissional para formação florestal no Cuanza Norte

28 September 2011

Luanda, Angola, 29 Set – Um instituto profissional para formação florestal vai ser criado no município de Lucala, província do Cuanza Norte, para dar suporte científico aos projectos e programas de protecção e exploração racional das florestas de Angola, afirmou quarta-feira em Luanda o ministro da tutela.

Pedro Canga, ministro da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas, não precisou qualquer data para o início das actividades deste instituto mas acrescentou estarem já a ser ministrados cursos de Engenharia Florestal na Faculdade de Agronomia da Universidade José Eduardo dos Santos (UJES), na província do Huambo.

O ministro, que discursava na abertura das “Jornadas Técnico-científicas Sobre Florestas e Segurança Alimentar em Angola”, promovida pelo seu ministério, referiu que a nível da formação, está também a ser ministrado o curso médio de Florestas, no Instituto Médio Agrário do Cuanza Norte.

O ministro da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas salientou ser inquestionável o contributo das florestas para o alcance dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio, principalmente no que diz respeito à segurança, soberania alimentar e nutricional e à redução significativa da pobreza.

“As florestas, nas suas mais distintas formas, proporcionam serviços decisivos à sobrevivência do Homem, como por exemplo o fornecimento de nutrientes e conservação dos solos, forragem para o gado, a fixação do carbono, a redução dos efeitos das alterações climática, à protecção dos aquíferos e da qualidade da água”, salientou. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH