Coreia do Sul vai ajudar Angola a proceder ao repovoamento do carapau

3 October 2011

Luanda, Angola, 4 Out – Um financiamento de 5 milhões de dólares concedido a Angola pela Coreia do Sul vai ser utilizado num projecto de repovoamento de larvas de carapau a fim de garantir uma produção anual de 700 mil toneladas, disse a directora nacional de Pescas e Agricultura.

Maria dos Santos, que apresentou recentemente o projecto sobre “Repovoamento de larvas de carapau em Angola e suas vantagens”, no fórum das pescas entre a Coreia do Sul e África, adiantou que 3,75 milhões de dólares daquele montante vão ser aplicados na construção de infra-estruturas de apoio, 833 mil dólares nos equipamentos e 416 mil na formação e assistência técnica.

“Queremos alcançar as 700 mil toneladas por ano registadas em 1973, antes da independência do país”, referiu Maria dos Santos, citada pelo estatal Jornal de Angola.

Angola solicitou o apoio da Coreia do Sul, através da Agência de Cooperação Internacional da Coreia do Sul (Koica), que concedeu o montante para aplicação de tecnologias que vão garantir o repovoamento das espécies marinhas.

“Os níveis de abundância de quase todos os recursos pesqueiros têm vindo a decrescer ao longo dos últimos anos. Deste modo, há a necessidade de reforçar medidas para repovoar o carapau e a sardinha”, disse, acrescentado que a proibição periódica da pesca constitui uma das novas medidas de gestão para aumentar a produção. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH