Empresa chinesa Africa Great Wall vai explorar areias pesadas em Moçambique

3 October 2011

Maputo, Moçambique, 4 Out – O governo de Moçambique concedeu à empresa chinesa Africa Great Wall uma licença de prospecção de areias pesadas no distrito de Angoche, província de Nampula, informou em Maputo a ministra dos Recursos Minerais moçambicana, Esperança Bias.

A ministra informou ainda que a Africa Great Wall vai investir 30 milhões de dólares para vir a conseguir uma produção de 200 mil toneladas de ilmenite, zircão e rutilo na mina de Sangage.

Os referidos minérios são usados na aviação, fabrico de peças ortopédicas, tintas, plástico e outros fins.

“Esta mina vai gerar emprego, pagar impostos de superfície e sobre a produção. Só em impostos, esperamos que em média anual, já em fase de exploração da mina, o Estado encaixe cerca de quatro milhões de dólares”, afirmou Esperança Bias.

Os depósitos de areias pesadas de Sangage têm um tempo de vida de 15 anos e os minérios serão processados no local, acrescentou a ministra.

Moçambique já tem reservas de areias pesadas identificadas nos distritos de Moma, na província de Nampula, e Magude, província de Maputo, sul do país. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH