Investimento anual no sector mineiro em Moçambique cifra-se em mil milhões de dólares

3 October 2011

Maputo, Moçambique, 4 Out – O investimento anual das empresas, na sua maioria estrangeiras, no sector mineiro em Moçambique atinge já mil milhões de dólares quando em 2001 pouco excedia 20 milhões de dólares, afirmou o director nacional de Minas, Eduardo Alexandre.

Citado pelo jornal Notícias, de Maputo, Eduardo Alexandre salientou que o aumento exponencial dos investimentos no sector mineiro deve-se, fundamentalmente, ao aumento do preço do carvão no mercado internacional, em que a tonelada que em 2001 custava 80 dólares é actualmente vendida a 300 dólares.

As previsões indicam que só de carvão, Moçambique poderá produzir anualmente, na próxima década, cerca de 100 milhões de toneladas, das quais a província de Tete vai contribuir com cerca de 40 milhões de toneladas.

Até ao momento, as autoridades moçambicanas ligadas ao sector já emitiram cerca de 1060 títulos mineiros que incluem licenças de prospecção e pesquisa, de reconhecimento, concessões mineiras e certificados mineiros.

“A maior parte dos títulos que emitimos é para o carvão, que é o sector que tem atraído muitos investidores. Em segundo lugar, em termos de apetência dos investidores posiciona-se a área dos metais básicos e, por fim, temos o sector dos materiais de construção que incluem o calcário usado no fabrico do cimento”, afirmou Eduardo Alexandre.

A contribuição do sector mineiro para o Produto Interno Bruto de Moçambique representa actualmente menos de 3%, mas dado o potencial ainda por explorar, não apenas na área do carvão, a contribuição do sector poderá aumentar para 10% até 2020. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH