Porto da Beira, em Moçambique, vai duplicar carga processada até 2015

6 October 2011

Maputo, Moçambique, 7 Out – O porto da Beira vai duplicar nos próximos quatro anos o volume de carga processada depois de em 2010 terem sido processados 1,29 milhões de toneladas de carga geral, informou fonte da Cornelder de Moçambique.

Citada pelo diário Notícias, de Maputo, a fonte da sociedade gestora do empreendimento adiantou que até ao final do ano a carga geral a ser processada deverá ultrapassar 1,4 milhões de toneladas.

No que respeita à carga em contentores, foram manuseados em 2010 mais de 105 mil enquanto de Janeiro a Junho último foram movimentados mais de 67 mil contentores.

A fonte da Cornelder de Moçambique adiantou que o processamento de carga geral tem vindo a registar uma tendência de crescimento, o que permite antecipar que até 2015 se atinja o dobro da carga que é actualmente processado e adiantou que, na sequência do aumento das tarifas de armazenamento, tem havido investidores interessados na construção de portos secos.

Os responsáveis da sociedade gestora, uma parceria entre a Cornelder Holding, com sede em Roterdão, com 67% e a empresa estatal Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique, com 33%, estão actualmente a ponderar a realização de investimentos em novos cais, terminais de adubos, de açúcar e de tabaco e proceder à separação física dos terminais de carga geral e de contentores.

Por outro lado, a Cornelder de Moçambique vai em breve lançar um concurso público para a aquisição de mais duas gruas para movimentação de contentores que deverão chegar à Beira nos finais de 2012. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH