Governo de Moçambique autoriza projecto florestal na Zambézia

9 October 2011

Maputo, Moçambique, 10 Out – O governo moçambicano autorizou, provisoriamente, um projecto florestal na província central da Zambézia avaliado em mais de 100 milhões de dólares norte-americanos segundo escreve o jornal Notícias.

Trata-se do “Projecto Tectona Forest of Zambézia”, que vai ocupar uma área de 19.540 hectares, abrangendo os distritos de Gurué, Namarroi, Milange e Morrumbala.

O Conselho de Ministros aprovou a resolução que autoriza o Direito de Uso e Aproveitamento de Terra (DUAT) para o referido projecto que envolve interesses estrangeiros, nomeadamente suecos, noruegueses e norte-americanos, que no conjunto detêm 90 por cento das acções. A Diocese do Niassa é o único investidor nacional, com os restantes 10 por cento das acções.

O projecto tem como objectivo o reflorestamento das zonas abrangidas, a gestão e exploração florestal, processamento e comercialização de madeira da espécie “tectona” e seus derivados.

Da verba a ser investida cerca de 71 milhões de dólares destinam-se à componente de plantações florestais, 20,3 milhões para a indústria de processamento da madeira e 10,1 para infra-estruturas

O prazo para realização deste investimento é de 12 anos prevendo-se que 70 por cento do produto processado venha a ser exportado, enquanto os restantes 30 por cento serão comercializados ao nível interno.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH