Turismo projecta norte de Moçambique

9 October 2011

Maputo, Moçambique, 10 Out – O Director Nacional do Turismo de Moçambique, Martinho Muatxiua, disse esperar que os projectos Arco-Norte e Âncora, em desenvolvimento em Nampula, Cabo Delgado e Niassa, norte de Moçambique, e em Inhambane, sul, transformem aquelas províncias em importantes pólos de desenvolvimento de turismo de alta qualidade.

“O novo paradigma do desenvolvimento do turismo está relacionado com a concepção de projectos turísticos de alta qualidade, e os empreendimentos em implementação naquelas províncias, farão com que a zona norte altere, completamente, o seu paradigma de desenvolvimento”, disse Martinho Muatxiua à Agência de Informação de Moçambique.

Muatxiua revelou que nos primeiros seis meses do corrente ano o Ministério do Turismo aprovou projectos de investimento no sector turístico avaliados em cerca de 178 milhões de dólares norte-americanos.

As autoridades moçambicanas consideram que os projectos de investimento em turismo propostos através dos chamados “projectos âncora” poderão atrair para Moçambique 1,2 mil milhões de dólares.

Os referidos projectos têm como objectivo estimular o crescimento e investimento no sector do turismo, nomeadamente no distrito de Inhassoro, na província de Inhambane, sul de Moçambique, na Reserva de Gilé, na província da Zambézia, bem como na província de Nampula e Reserva Especial de Maputo, na província do Maputo.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH