FAO vai aprovar e financiar parcialmente projecto de hidroponia em Cabo Verde

16 October 2011

Praia, Cabo Verde, 17 Out – A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) vai aprovar e financiar em 430 mil dólares um projecto de hidroponia em Cabo Verde, disse domingo na cidade da Praia o representante da FAO em Cabo Verde, Frans Van de Ven.

Em declarações à agência noticiosa cabo-verdiana Inforpress, Van de Ven precisou que o projecto de hidroponia vai envolver 16 camponeses em todas as ilhas do arquipélago com excepção da do Sal e destina-se a produzir mais com menos água.

De acordo com Frans Van de Ven, os beneficiários vão aproveitar a experiência da Escola de Hidroponia que está a ser construída em parceria com a cooperação espanhola indo a FAO, em simultâneo, ajudá-los na instalação de produção hidropónica na base de um financiamento de metade dos custos.

Falando por ocasião do Dia Mundial da Alimentação, o representante da FAO adiantou que o projecto Melhoria e Diversificação do Sistema de Produção Agrícola em Cabo Verde, que oficialmente está na fase final (três anos), vai ser alargado por mais um ano, porque os resultados foram considerados “bons” e também para facilitar a sinergia com a cooperação Sul/Sul com Cuba.

Este projecto é uma combinação entre a cedência de fundos para a melhoria de raças animais, inseminação artificial, construção de estábulos, introdução de estufas, novas variedades hortícolas, sistemas de rega gota-a-gota e pequenas intervenções a nível da comunidade com a cooperação Sul/Sul com Cuba, que forneceu técnicos agro-pecuários, estando prevista a chegada, em Novembro, de sete cubanos.

Ainda com o intuito de diversificar a dieta alimentar dos cabo-verdianos, a FAO tem estado a ajudar o país no sentido de aumentar as capturas e produção de peixe, através de dispositivos de conservação de peixe que já instalou, cerca de 90 em cinco ilhas, estando ao mesmo tempo a desenvolver um projecto de aquacultura, com água doce ou no mar. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH