Empresa indiana pretende construir porto em Moçambique para exportar minério de ferro do Zimbabué

24 October 2011

Bombaim, Índia, 25 Out – A empresa Essar Ports Ltd, subsidiária do Essar Group da Índia, pretende construir um porto em Moçambique a fim de proceder à exportação do minério de ferro extraído no vizinho Zimbabué, afirmou o presidente executivo da empresa.

“Moçambique é um país rico em recursos minerais, estando nós a trabalhar no sentido de assinarmos um acordo de concessão para a construção de um porto naquele país”, disse Rajiv Agarwal, que não divulgou qualquer pormenor sobre o investimento necessário para a construção da infra-estrutura.

Em Agosto passado, a Essar Africa Holdings Ltd (EAHL) assinou um acordo com o governo do Zimbabué para adquirir os activos mineiros e siderúrgicos da estatal Zimbabwe Iron and Steel Co. e para investir 750 milhões de dólares no projecto.

“No ano fiscal de 2015, 25% das receitas previstas terão origem em empresas terceiras”, disse Agarwal, sendo que 98% da receita actual da Essar Ports provém de negócios com as restantes empresas do grupo Essar.

A Essar Ports está cotada na Bolsa de Valores de Bombaim, sendo a terceira empresa portuária a ter o seu capital cotado em bolsa depois da Mundra Port and Special Economic Zone Ltd e da Gujarat Pipavav Port Ltd. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH