Portugal paga reparação de estrada nacional em Moçambique

27 October 2011

Maputo, Moçambique, 28 Out – Portugal vai comparticipar com 85 milhões de euros para a reparação e colocação de uma camada de asfalto na estrada N260 entre a cidade de Chimoio e a vila fronteiriça de Espungabera, informou a Administração Nacional de Estradas (ANE) de Moçambique.

Com uma duração de 30 meses, estas obras, a serem realizadas pela empresa portuguesa de construção civil Mota-Engil, estão orçadas em 108 milhões de euros, sendo que Portugal comparticipa com 79% dos custos e Moçambique com os restantes 21%.

A reparação daquela rodovia é considerada fundamental para o desenvolvimento do chamado “Corredor de Mossurize”, ao longo do qual existem, entre outros, recursos florestais, hídricos, de fauna, turísticos, minerais e pecuários, destacando-se a Reserva Transfronteiriça de Chimanimani.

Além disso, a estrada entre Chimoio e Espungabera, numa distância de 215 quilómetros, constitui o principal eixo rodoviário que liga a cidade de Chimoio, a sede distrital de Sussundenga, o posto administrativo de Dombe e a vila fronteiriça de Espungabera, sede distrital de Mossurize, limítrofe com o distrito zimbabweano de Chipinge, regiões estratégicas na produção agro-pecuária, mineira e turística. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH