Governo de Macau aplicou 87,5 milhões de dólares e passou a segundo accionista da Air Macau

3 November 2011

Macau, China, 4 Nov – Os accionistas da transportadora aérea Air Macau aprovaram quinta-feira por unanimidade o aumento de capital da companhia para 442 milhões de patacas, afirmou Zheng Yan, presidente da transportadora de bandeira de Macau.

O aumento foi realizado através da emissão de 420 420 novas acções com o valor nominal unitário de 100 patacas e um prémio de emissão de 1 565 patacas, totalmente subscrito pelo governo de Macau que, tendo despendido 700 milhões de patacas (87,5 milhões de dólares) nesta operação, viu a sua participação na empresa aumentar de 5% para 21%, passando a ser o segundo principal accionista.

A Air China mantém a posição maioritária na Air Macau, mas os 80,6% detidos (antes do aumento de capital agora realizado) serão ajustados proporcionalmente ao novo investimento feito pelo governo, o mesmo acontecendo à Sociedade de Turismo e Diversões de Macau (STDM), até agora com participação de 14%, e aos outros pequenos accionistas.

Esta é a segunda reestruturação do capital social da Air Macau desde 2009, tendo a primeira sido realizada para impedir a falência da companhia de bandeira de Macau.

Com uma frota de 14 aviões, a Air Macau prevê começar a renovação com a substituição de dois Airbus A321 actualmente alugados a outras companhias em “wet lesse”.

A Air Macau registou um lucro de 231,8 milhões de patacas em 2010. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH