Empresários da província chinesa de Henan deverão vir a investir em Moçambique

7 November 2011

Maputo, Moçambique, 8 Nov – Empresários da província chinesa de Henan deverão investir 100 milhões de dólares em Moçambique até 2015, afirmou em Maputo o director-adjunto do Centro de Promoção de Investimentos (CPI), instituição responsável pela captação de investimentos.

O director-adjunto Godinho Alves foi citado pela imprensa moçambicana segunda-feira a dizer que o interesse dos empresários chineses centra-se nos sectores imobiliário, industrial, agrícola, obras públicas e igualmente turismo.

O interesse de cerca de 30 homens de negócio de Henan em investir naquelas áreas foi manifestado quando da visita àquela província chinesa de Armando Guebuza, presidente moçambicano.

Na semana passada uma missão da província de Henan composta por 30 empresários visitou vários empreendimentos na província de Maputo, onde se localiza a maior parte da actividade industrial de Moçambique.

A China foi no primeiro semestre do presente ano o sexto maior investidor directo em Moçambique, de acordo com dados do Centro de Promoção de Investimentos.

A China é um dos países que mais tem investido em Moçambique nos últimos anos, sendo de destacar a sua forte presença no sector de infra-estruturas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH