Moçambique vai dispor de uma agência para o controlo de qualidade do ambiente

8 November 2011

Maputo, Moçambique, 9 Nov – O governo de Moçambique está a preparar a constituição da Agência Nacional para o Controlo de Qualidade do Ambiente, afirmou terça-feira em Maputo a vice-ministra para a Coordenação da Acção Ambiental, Ana Chichava.

Citada pelo diário Notícias, de Maputo, a vice-ministra adiantou que com a entrada em funcionamento daquela agência o governo pretende melhorar a capacidade de controlo da qualidade do ambiente e assegurar a análise e tratamento de amostras recolhidas de gases, poeiras, água e solos em tempo útil.

Para o efeito, o governo designou em Outubro uma comissão instaladora que está a trabalhar no projecto que inclui a avaliação dos custos finais da instalação do laboratório planeado para um edifício de raiz.

Em princípio, o laboratório deve ser construído na província do Maputo.

Recentemente, Moçambique tornou-se elegível para aceder aos fundos da iniciativa REDD do Banco Mundial, financiado pelo “Forest Carbon Partnership Facility”, fundo que tem como objectivo auxiliar 37 países em desenvolvimento, previamente seleccionados, para reduzir as emissões do desmatamento e degradação florestal.

Presentemente, Moçambique recorre à África do Sul, Bélgica e Estados Unidos da América para analisar os estudos efectuados no país sobre o estado do meio ambiente. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH