Empresa cubana Labiofam poderá vir a dispor de instalações fabris em Angola

21 November 2011

Havana, Cuba, 22 Nov – A empresa cubana Labiofam poderá vir a instalar uma sucursal em Angola para fabricar localmente os fármacos que produz e para apoiar as instituições angolanas no combate à malária, disse em Havana o director da empresa, José Fraga Castro.

O presidente da Assembleia Nacional, António Paulo Kassoma, no decurso da visita que efectuou às instalações da fábrica, inserida no programa da sua deslocação a Cuba, disse ter sido já identificado, na zona económica especial de Viana, em Luanda, um terreno onde a referida unidade fabril poderá ser instalada.

Citado pela agência noticiosa angolana Angop, Paulo Kassoma disse ainda que a Labiofam já está presente em Angola onde tem estado envolvida na primeira fase do programa de prevenção da malária.

“É um objectivo criar uma fábrica em Angola e Cuba já manifestou este interesse, estamos a estudar as modalidades que vão de encontro a este interesse”, garantiu.

Por seu turno, José António de Castro informou que a empresa comercializa os seus produtos em 50 países e tem filiais em três, sendo que em África está presente em mais de 15 nações, entre as quais Angola, Ghana, Tanzânia, África do Sul e Zâmbia.

De acordo com a página electrónica da empresa, a Labiofam coloca no mercado produtos de aplicação veterinária, produtos de higiene, pesticidas, vacinas, suplementos vitamínicos e embalagens plásticas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH