Investidores sul-africanos pretendem retomar projecto de bio-combustíveis Procana em Moçambique

22 November 2011

Maputo, Moçambique, 23 Nov – Um grupo de investidores ligados à empresa sul-africana Tsb Sugar pretende retomar o falido projecto Procana de produção de bio-combustíveis em Massingir, província de Gaza, informou o jornal Notícias, de Maputo.

Para o efeito, foram recebidos pelo governador da província Raimundo Diomba, a quem manifestaram o interesse de retomar de imediato aquele projecto avaliado em mais de 740 milhões de dólares e que terá a designação de Projecto de Massingir para o Desenvolvimento de Biocombustíveis.

O Notícias informou ainda que o grupo de investidores propõe-se criar 500 postos de trabalho fixos e 7 mil empregos sazonais, embora tenham mencionado a necessidade de um estudo prévio de viabilidade económica a fim de definir melhor as fases de execução do empreendimento.

O projecto Procana foi interrompido no ano passado quando o governo de Moçambique decidiu cancelar o Direito de Uso e Aproveitamento da Terra aos investidores por incumprimento de algumas cláusulas contratuais.

A empresa Tsb Sugar (http://www.tsb.co.za/), fundada em 1965, é um dos maiores produtores de açúcar mascavado e refinado e é uma subsidiária a 100% do grupo Remgro Ltd, uma sociedade gestora de participações sociais cotada na Bolsa de Valores de Joanesburgo. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH