Banco da América vai financiar projecto de redução de emissões em Moçambique

23 November 2011

Copenhaga, Dinamarca, 24 Nov – O Banco da América Corp. vai financiar um projecto de redução de emissões em Moçambique da parceria CleanStar Mozambique, informou quarta-feira em comunicado divulgado em Copenhaga a empresa dinamarquesa Novozymes.

A parceria CleanStar Mozambique, constituída pelas empresas dinamarquesa Novozymes e a norte-americana CleanStar Ventures, a que posteriormente se associou a empresa norte-americana ICM, pretende substituir o carvão por álcool etílico produzido a partir da mandioca como combustível para a confecção de alimentos a ser utilizado em fogões apropriados.

Nos termos do acordo agora anunciado, o Banco da América Merrill Lynch adquiriu uma opção a um preço não divulgado para comprar e comercializar créditos de redução de emissões certificados pelas Nações Unidas representando cada um uma tonelada equivalente de dióxido de carbono.

O financiamento do Banco da América conseguido com o prémio sobre a opção de compra permitirá à CleanStar Mozambique contratar dívida adicional e capital social a fim de estar a produzir etanol a partir de 2014 e abastecer de combustível 20% das habitações na capital de Moçambique, Maputo. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH