Grupos francês Tereos Internacional e brasileiro Petrobras vão estudar produção de etanol em Moçambique

14 December 2011

São Paulo, Brasil, 15 Dez – Os grupos Tereos Internacional e Petrobras assinaram quarta-feira em Maputo com a estatal Petróleos de Moçambique (Petromoc) um protocolo de intenções para estudar a viabilidade para produção e comercialização de etanol naquele país africano.

O protocolo foi assinado pela empresa Guarani, subsidiária do grupo Tereos Internacional, por sua vez controlado pelo grupo francês Tereos Agro-Industrie, e pela Petrobras Biocombustível, subsidiária do grupo brasileiro Petrobras bem como pela Petromoc.

A Guarani está associada à Petrobras Biocombustível numa fábrica de produção de açúcar em Moçambique, a Companhia do Sena, que dispõe de uma capacidade de processamento de 1,2 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, sendo que o protocolo agora acordado visa estudar a possibilidade de produção de etanol (álcool etílico) a partir do melaço produzido nesta fábrica.

Na base deste projecto está a introdução pelo governo de Moçambique da mistura obrigatória de 10% de etanol na gasolina, decisão que irá dar origem a um novo e importante mercado no país.

Essa medida terá impactos positivos na redução da dependência de Moçambique por combustíveis importados, contribuindo para garantir a segurança energética no país, refere ainda o comunicado divulgado em São Paulo pelo grupo Tereos Internacional. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH