Moçambique possui elevadas reservas de gas natural em Inhambane e no Rovuma

28 December 2011

Maputo, Moçambique, 29 Dez – O Vice-Ministro dos Recursos Minerais, Abdul Razak Noormahomed, disse que Moçambique possui cerca de 29 triliões de pés cúbicos de gás natural distribuídos pelas bacias de Pande e Temane, em Inhambane com 3,6 triliões e Rovuma, no norte do país, com pelo menos 25 triliões de reservas.

Em declarações ao jornal Notícias o ministro considera que a canalização do gás natural de Temane, em Inhambane, para uso doméstico, obrigará à ampliação e redimensionamento da estação de processamento o que deverá representar um investimento entre 20 e 30 milhões de dólares.

O jornal Notícias escreve hoje que estão em curso acções preparatórias visando canalizar gás doméstico para consumidores das cidades de Maputo e Matola e vila de Marracuene, esperando-se até finais do primeiro trimestre de 2012 se iniciem as primeiras intervenções em termos de redimensionamento das infra-estruturas já existentes.

Actualmente, o gás doméstico consumido em Moçambique é processado na África do Sul, de onde vem para Maputo transportado em camiões. O governo, juntamente com parceiros privados, está a realizar investimento no porto industrial da Matola, nos arredores da capital moçambicana, que permitam a atracagem de navios que transportem gás processado noutros países e que se destinem ao consumo local.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH