Grupo comercial de Angola vai investir em fábrica de conservas de peixe

9 January 2012

Luanda, Angola, 10 Jan – O grupo comercial Adérito Areias, radicado na província de Benguela, prevê investir 50 milhões de dólares, este ano, na construção de uma fábrica de conservas de peixe naquela província, de acordo com o semanário angolano Expansão.

A ser erguido nos arredores do município de Benguela, o projecto de construção da fábrica encontra-se numa fase bastante avançada, faltando apenas a disponibilização das verbas por parte do Banco de Desenvolvimento de Angola, adiantou o director-geral do grupo, Adérito Areias.

“Devemos estar em condições de iniciar a laboração no final do ano, centrando-se o nosso projecto no processamento de sardinha e de carapau a fim de minimizar as importações do produto”, disse.

O grupo é o maior produtor nacional de peixe congelado (carapau e sardinha), com uma produção calculada em 100 toneladas de peixe por ano.

“Temos navios à altura e possuímos uma fábrica moderna e certificada pela Comunidade Europeia, além de sermos uma empresa de capitais totalmente angolanos”, disse ainda Adérito Areias. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH