Finlandesa Konecranes vai construir guindastes para o porto da Beira, em Moçambique

15 January 2012

Helsínquia, Finlândia, 16 Jan – A empresa finlandesa Konecranes vai construir e entregar dois guindastes de navio para terra (“ship-to-shore”) à Cornelder de Moçambique, entidade gestora do porto da Beira, informou a empresa em comunicado divulgado na passada quinta-feira.

O porto da Beira é a principal instalação portuária de Moçambique movimentando carga de e para Moçambique, Malawi, Zâmbia, Zimbabué e a região oriental da República Democrática do Congo.

A Konecranes informou ainda ter recebido a encomenda no final de Dezembro de 2011 devendo os dois guindastes serem colocados no porto da Beira em 2013, indo ser utilizados no terminal de contentores.

A Cornelder de Moçambique é uma parceria constituída em 1998 pela empresa holandesa Cornelder Holding e pela estatal Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique para gerir os terminais de contentores e de carga geral do porto da Beira.

A Konecranes é uma empresa que fornece soluções de elevação para diversos sectores industriais bem como para estaleiros, portos e terminais. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH