Banco Industrial e Comercial de China vai abrir sucursal em Portugal

26 January 2012

Lisboa, Portugal, 27 Jan – O Banco Industrial e Comercial de China (ICBC, na sigla em inglês), apresentou ao Banco de Portugal (BdP) o pedido para a abertura de uma sucursal no mercado português e já está a montar a equipa de gestão, noticiou o jornal português Sol.

O objectivo da instituição financeira, que será assim a primeira chinesa a instalar-se directamente em Portugal, é abrir portas em Lisboa no início do segundo semestre, mas o calendário final está dependente de quando for dada a autorização do supervisor.

Através da sua dependência de Macau, o ICBC já está presente na capital portuguesa há alguns anos, mas apenas com um escritório de representação e com uma actividade bem mais reduzida do que aquela que terá agora quando obtiver autorização para abrir uma sucursal.

A chegada do ICBC a Portugal deu-se por via da aquisição do Banco Seng Heng, uma vez que no momento em que a transacção foi efectuada o banco de Macau já tinha obtido a autorização (desde 2006) para abrir um escritório de representação em Portugal, tendo sido, por isso, uma “simples herança”.

Em 2009, o banco chinês reforçou a aproximação a Portugal, estabelecendo protocolos de cooperação com o Banco Espírito Santo e o Millennium bcp para facilitar o investimento entre a China e os países de língua portuguesa.

Mais recentemente, com a venda de 21,35% da participação do Estado na EDP – Energias de Portugal à China Three Gorges, o interesse do ICBC em Portugal tornou-se mais evidente, sendo que a aposta de bancos chineses no sistema financeiro português foi uma das contrapartidas da proposta de privatização da eléctrica.

O ICBC tem ainda vindo a ser apontado como um dos potenciais futuros accionistas do BCP, no âmbito da operação de aumento de capital que o banco português está a preparar com recurso a meios públicos e privados. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH