Expansão da actividade bancária continua a ser prioridade do Banco de Moçambique

29 January 2012

Maputo, Moçambique, 30 Jan – A expansão da actividade bancária em Moçambique continua a ser uma prioridade do Banco de Moçambique embora o número de distritos com com agências tenha subido de 28 em 2007 para 58 em 2011, afirmou o governador do banco central moçambicano.

Intervindo numa das sessões do mais recente Conselho Consultivo do Banco de Moçambique, o governador Ernesto Gove, citado pelo jornal Notícias, de Maputo, referiu que Moçambique está a dar “passos significativos” rumo à bancarização da economia se bem que a taxa de cobertura distrital seja de apenas 45%.

“Em 2011, continuámos a assistir à expansão dos serviços financeiros no quadro do objectivo estratégico de bancarização da economia, tendo aumentado o número de instituições financeiras e de crédito a operar no país e essa evolução verificou-se em simultâneo com a consolidação dos principais indicadores de solidez do sistema financeiro, que se mantiveram satisfatórios e acima dos níveis consagrados nos critérios de Basileia I”, disse.

Num balanço preliminar, o governador do banco central recordou que, apesar dos receios que caracterizaram o início de 2011, justificados pela conjuntura económico-financeira interna difícil e pela prevalência, a nível internacional, de riscos associados à volatilidade dos mercados, Moçambique logrou assegurar o retorno da estabilidade macro-económica.

“Os resultados macro-económicos alcançados em 2011 reflectem, certamente, as medidas correctivas que adoptámos a partir de Agosto de 2010, que se consubstanciaram numa política monetária mais prudente, concretizada através da revisão em alta das nossas taxas de juro de intervenção no Mercado Monetário Interbancário”, referiu Ernesto Gove. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH