Quase 2 mil explorações de café em recuperação na província do Uíge, Angola

12 February 2012

Negage, Angola, 13 Fev – Mais de 1 800 explorações de café estão a ser actualmente recuperadas pelos pequenos e grandes produtores no município de Negage, província do Uíge, disse sexta-feira o responsável da subestação experimental local do Instituto Nacional do Café de Angola (Inca).

Em declarações à agência noticiosa angolana Angop, Eduardo Bunga disse que tem-se estado a registar grande interessa dos cafeicultores para o aumento das áreas de cultivo e para a recuperação das explorações abandonadas, algumas das quais estão já a ter culturas de alto rendimento, como milho e mandioca.

Para dar resposta às necessidades dos cafeicultores, disse, a subestação experimental local de café no Negage está a preparar viveiros com variedades de espécies para posterior distribuição aos produtores.

Eduardo Bunga anunciou também a criação de uma escola agrícola para os cafeicultores, a fim de disseminar no seio dos produtores um processo técnico moderno de multiplicação de espécies na região.

O café foi, durante a administração colonial portuguesa, uma cultura que contribuiu substancialmente para o desenvolvimento da então província de Angola.

A província do Uíge, situada no norte de Angola, com uma extensão de 58 698 km2 foi a principal produtora e, nos últimos anos antes da independência nacional, contribuía com cerca de 30% para o orçamento da administração colonial. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH