Programa inicial de privatizações em Angola permitiu a venda de 198 empresas em 10 anos

13 February 2012

Luanda, Angola, 14 Fev – O governo de Angola vai lançar este ano a segunda fase do programa de privatizações, que nos últimos dez anos permitiu vender a privados 198 empresas estatais, anunciou segunda-feira em Luanda o ministro da Economia.

No decurso de um programa da Televisão Popular de Angola, o ministro Abraão Gourgel lamentou, por outro lado, que o programa de privatizações que o governo lançou na década de 1990, através do Gabinete de Redimensionamento Empresarial, não tenha atingido a totalidade dos seus objectivos.

“Em 2011 procedemos a um balanço do programa de privatizações, balanço que permitiu constatar terem sido vendidas 198 empresas, pelo que verificámos que os objectivos traçados só muito parcialmente foram alcançados”, disse ainda o ministro.

Na base dos fracos resultados, disse o Abraão Gourgel, estiveram questões económicas como a inexistência de um mercado de capitais e questões sociais como a falta de poder financeiro para a liquidação das dívidas ao Estado.

Apesar das deficiências, o ministro angolano disse que a experiência serviu de guia para a elaboração de um novo programa de privatizações para este ano e os próximos tempos.

Abraão Gourgel adiantou que a privatização total ou parcial de empresas e sociedades dos ramos da pesca, agricultura, indústria, comércio, transportes, geologia e minas, petróleo, construção civil e bancos, entre outras decorrem no âmbito da estratégia de reestruturação da economia angolana. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH