Agência japonesa JICA vai apoiar desenvolvimento de Moçambique

21 February 2012

Tóquio, Japão, 22 Fev – A Agência para a Cooperação Internacional do Japão (JICA) vai executar um conjunto de projectos de desenvolvimento em Moçambique ao longo dos próximos cinco anos, afirmou em Tóquio o vice-presidente da agência japonesa, Tsuneo Kurokawa.

No decurso de um encontro que o primeiro-ministro de Moçambique, Aires Ali, manteve com os membros da Comissão da África a Sul do Saara do Keidanren, a organização patronal japonesa, Tsuneo Kurokawa informou que ao abrigo do IV Plano de Acção do Japão para a Cooperação com África (Ticad IV), este país tenciona, até ao ano 2016, apoiar o desenvolvimento dos corredores de Maputo e Nacala, com prioridade para o último.

Ainda de acordo com o vice-presidente da JICA, para além da elaboração da estratégia de desenvolvimento do Corredor de Nacala, a agência irá apoiar a realização de obras nas estradas Nampula/Cuamba e Cuamba/Lichinga, no abastecimento de água e saneamento, bem como na melhoria das infra-estruturas de educação e na formação de recursos humanos.

Citado pelo diário Notícias, de Maputo, o vice-presidente da JICA realçou que o seu país está interessado em desenvolver projectos nos sectores de energia, recursos naturais, indústria, construção de infra-estruturas e desenvolvimento agrícola, particularmente através do ProSavana, uma iniciativa direccionada para a produção de soja e de outros produtos agrícolas.

No decurso da sua visita ao Japão, o primeiro-ministro Aires Ali manteve um encontro com o seu congénere japonês, Yoshihiko Noda, e foi ainda recebido pelos presidentes das empresas Mitsui e Nippon Steel, ambas com interesses em Moçambique. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH