Transacção mineira rendeu a Moçambique quase 72 milhões de dólares australianos

23 February 2012

Maputo, Moçambique, 24 Fev – O Estado moçambicano encaixou quase 72 milhões de dólares australianos em resultado da tributação das mais-valias relativas à venda da participação do grupo australiano Talbot na empresa Minas do Revuboé, informou quinta-feira o Ministério dos Recursos Minerais.

De acordo com o comunicado divulgado em Maputo, aquele valor corresponde à aplicação da taxa em vigor em Moçambique para uma mais-valia de 630 milhões de dólares australianos, resultante da venda à Anglo American, empresa cotada na Bolsa de Valores de Londres, da participação de 58,9% nas Minas de Revuboé.

Revuboé é um depósito de 1,4 mil milhões de toneladas de carvão térmico e de coque, sendo o restante capital da Minas do Revuboé, empresa titular da Licença de Prospecção e Pesquisa 4064L, para carvão, no distrito de Moatize, na província de Tete, controlado pelos grupos Nippon Steel Corp. do Japão e Posco da Coreia do Sul.

O grupo Talbot está a desfazer-se de todos os seus activos depois de o fundador do grupo, Ken Talbot, ter falecido num acidente de aviação em Junho de 2011 numa zona fronteiriça entre os Camarões e a República do Congo. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH