Angolana Sonangol facturou em 2011 mais de 33 mil milhões de dólares

26 February 2012

Luanda, Angola, 27 Fev – A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) facturou 33 780 milhões de dólares com a venda de petróleo em rama em 2011 e 2 887 milhões de dólares com a comercialização de derivados do petróleo, disse sexta-feira em Luanda o presidente da empresa.

Ao assinalar o 36º aniversário da Sonangol, Francisco de Lemos José Maria disse ainda que no ano transacto a empresa despendeu com a importação de produtos petrolíferos refinados 3 300 milhões de dólares, um acréscimo de quase 52% relativamente a 2010.

O presidente da Sonangol disse também que os resultados antes dos impostos foram de 4 938 milhões de dólares e o lucro líquido preliminar ascende a 3 323 milhões de dólares, contra 2 515 milhões de dólares em 2010.

Em 2011, a produção de petróleo em Angola reduziu-se para 1,659 milhões de barris/dia, contra 1,756 milhões de barris/dia registados em 2010, redução que afectou particularmente os investidores não-angolanos, com uma quebra de 18,2%, tendo a produção directa da Sonangol caído apenas 6,9%.

Por outro lado, a refinaria de petróleo de Luanda processou durante o ano de 2011 o equivalente a 41 600 barris de petróleo/dia, mais 26% do que em 2010, o que permitiu uma produção adicional de 2,175 milhões toneladas de diversos produtos derivados do petróleo.

Uma das maiores empresas de Angola, o grupo Sonangol, responsável pela administração e exploração do petróleo e gás natural em Angola, é formado por várias subsidiárias nomeadamente a Sonangol Holding, a Sonangol Pesquisa e Produção, Sonair, Mercury Telecommunications Services, Sonaship, Sonangol USA, Sonangol Ltd, ESSA e a Sonangol Shipping, estando esta última presente no Congo, Cabo Verde, China e Singapura. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH