Vale Moçambique investe 1,7 mil milhões de dólares na linha-férrea entre Moatize e Nacala

5 March 2012

O Centro de Promoção de Investimento (CPI) de Moçambique está a analisar a proposta da empresa Vale Moçambique para construir uma linha-férrea que ligará a vila carbonífera de Moatize a Nacala-a-Velha, através do Malawi e que vai custar 1,7 mil milhões de dólares americanos, escreve hoje em Maputo o jornal Notícias.

O director geral-adjunto do CPI, Godinho Alves, disse ao jornal que a linha-férrea terá 201 quilómetros dos quais 130 em território do Malawi.

Godinho Alves disse ainda num encontro com empresários que “para além da via férrea, o empreendimento abrange igualmente a construção de um porto para embarque de Carvão Mineral a ser escoado a partir de Moatize.”

O troço da linha-férrea no Malawi será construído pela empresa portuguesa Mota-Engil ao longo de 27 meses com um investimento de 703 milhões de dólares.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH