Região da província de Nampula, em Moçambique, poderá vir a ser declarada Zona Franca de desenvolvimento turístico

11 March 2012

A região de Crussi, situada no distrito costeiro de Mossuril, em Nampula, poderá ser declarada Zona Franca de desenvolvimento turístico, informou o Centro de Promoção de Investimentos (CPI) de Moçambique, citado hoje pelo matutino Notícias, de Maputo.

Tal decisão, de acordo com o director provincial de Turismo de Nampula, Agostinho Zacarias, estimulará o fluxo de investimentos para aquela zona, na sequência dos incentivos fiscais que tal decisão trará.

Aquela região compreende uma área de 1 800 hectares com potencial para o desenvolvimento de turismo integrado, significando que poderá vir a receber hotéis, casinos, residências de férias, campos, cinemas, entre outras infra-estruturas.

Localizada na periferia da chamada zona económica especial, a 45 minutos do Aeroporto Internacional de Nacala (actualmente em construção), o Ministério do Turismo acha que tal “privilégio” representa uma mais-valia para que a região seja integrada na Zona Económica Especial de Nacala ou então declarada, em separado, como Zona Franca de desenvolvimento turístico.

Para além de Crussi foram identificadas outras áreas potenciais para o desenvolvimento de turismo, como é o caso da Praia Nova, no distrito de Angoche.

A província de Nampula tem sido no passado recente destino de alguns investimentos turísticos de luxo, casos dos complexos “Coral Lodge”, no distrito de Mossuril e “Nuaro Lodge”, em Memba, bem como de outros que se destinam a atrair turistas de rendimento médio. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH