Modernização de três cidades de Angola a cargo da empresa brasileira Odebrecht

12 March 2012

A segunda fase do projecto de modernização das cidades de Sumbe, Porto Amboim e Gabela, na província do Cuanza Sul, a cargo do grupo brasileiro Odebrecht, vai privilegiar a recuperação dos sistemas de abastecimento de água potável, disse sexta-feira em Sumbe o governador provincial.

Dizendo ser o momento de iniciar a construção de infra-estruturas naquelas três cidades, o governador Serafim do Prado disse ainda que o projecto de modernização inclui a pavimentação das ruas, a construção de uma rede de drenagem de águas pluviais, a instalação de iluminação pública e a construção de uma rede de saneamento básico.

O projecto de modernização das cidades de Sumbe, Porto Amboim e Gabela teve início em 2007 mas as dificuldades financeiras que Angola atravessou estiveram, de acordo com o ministro do Urbanismo e Construção, Fernando Fonseca, na origem do atraso registado.

A empreitada, adjudicada à Odebrecht e com um prazo de conclusão de 21 meses, está orçada em 51 milhões de dólares. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH