Governo de França interessado em financiar projecto de energia Centro-Sul em Moçambique

14 March 2012

O embaixador cessante de França em Moçambique reafirmou quarta-feira em Maputo a intenção do governo francês de financiar a construção da linha de transmissão de energia ligando a província central de Tete à capital moçambicana, projecto conhecido como Centro-Sul (Cesul).

O Cesul é um projecto orçado em cerca de dois mil milhões de dólares, cuja construção deverá iniciar-se já em 2013 e que, além da França, deverá contar ainda com financiamentos da Noruega, Banco Mundial, Banco Africano de Desenvolvimento, Banco Europeu de Investimentos bem como dos grupos português Redes Energéticas Nacionais (REN) e brasileiro Electrobras.

No final de uma audiência com o Presidente da República, Armando Guebuza, o embaixador Christian Daziano disse que a França está interessado em participar neste projecto, de acordo com a agência noticiosa moçambicana AIM.

Ainda no sector da energia, o embaixador da França manifestou a intenção do seu país em “participar, de maneira significativa,” no projecto de construção da barragem de Mpanda Nkua, a segunda a ser erguida ao longo do rio Zambeze, na província central de Tete.

Orçada em 2,9 mil milhões de dólares, esta barragem, que será construída a 60 quilómetros a jusante da actual hidroeléctrica de Cahora Bassa, irá ligar-se à subestação de Matambo, onde se vai juntar a linha de transmissão para a África do Sul. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH